Open top menu
‘Vai virar faroeste’, diz Silvio Santos a Bolsonaro sobre liberação de arma

‘Vai virar faroeste’, diz Silvio Santos a Bolsonaro sobre liberação de arma

‘Vai virar faroeste’, diz Silvio Santos a Bolsonaro sobre liberação de arma

Posse de armas, radares em rodovias e saúde pública foram alguns dos temas tratados pelos dois

O presidente Jair Bolsonaro foi o entrevistado na edição deste domingo (5/5) do Programa Silvio Santos, no SBT. Dentre vários temas, ele tratou sobre reforma da Previdência, liberação do uso de armas de fogo, radares em rodovias e saúde pública. Sobre a flexibilização das regras para uso de armas, o apresentador disse ao presidente que o Brasil “vai virar um faroeste”.

Bolsonaro negou e comparou com regiões dos Estados Unidos, onde a posse é liberada. Silvio Santos retrucou que, no país norte-americano, as leis são rígidas, deixando os criminosos presos após os atos. O presidente disse que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, já encaminhou projeto para endurecer penas e tornar a legislação mais dura no Brasil.

Além disso, ele destacou que a reforma da Previdência vai beneficiar os mais pobres. O texto da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) está em tramitação no Congresso Nacional. Bolsonaro declarou que a maioria dos parlamentares têm consciência de que a matéria precisa ser aprovada, mas reconheceu que há resistência de alguns setores da sociedade. Também destacou que a reforma vai beneficiar estados que estão passando por dificuldades financeiras.

Silvio Santos fez perguntas de assuntos pessoais do presidente, como idade, filhos, signos, relacionamento com a esposa, Michelle Bolsonaro. Sobre ter uma filha de oito anos, Bolsonaro brincou: “É uma prova que eu ainda estou na ativa, sem aditivo”. O chefe do Executivo também respondeu sobre o episódio em que levou uma facada, durante a campanha eleitoral do ano passado. Ele comentou que a maioria da população que necessita não tem dinheiro para comprar uma bolsa de colostomia.

Segundo ele, a saúde é um dos principais problemas do Brasil, ficando atrás apenas da corrupção. “Que é persistente ainda, com certeza”, ressaltou Bolsonaro.

Programa Silvio Santos

O programa foi gravado na última quinta-feira (2/5) e foi ao ar neste domingo (5/5). Logo no início, Silvio Santos mostrou um vídeo de uma apresentação do comediante Serginho Mallandro no Rio de Janeiro, em que Bolsonaro estava presente no palco. A peça ocorreu antes das eleições. No vídeo, o humorista insiste que, para o então candidato ser vitorioso no pleito, teria que dizer “Rá, inhenhé, glugluglu” — marca registrada do comediante.

É tradição a ida de presidentes ao Programa Silvio Santos. Em 28 de janeiro de 2018, o então presidente Michel Temer, em uma participação que durou pouco menos que 14 minutos, tratou sobre a reforma da Previdência. A visita da ex-presidente Dilma Rousseff ocorreu em 5 de maio de 2016, quando ela “reconheceu serviços relevantes prestados às comunicações” por parte de Silvio Santos, atribuindo-lhe a Ordem do Mérito das Comunicações, conforme publicado no Diário Oficial da União. Antes dela, Luiz Inácio Lula da Silva conversou com o apresentador em 2008 e em 2010.(CB)

(Com informações da Agência Estado)

(foto: Alan Santos/PR

Deixe seu comentário