Open top menu
“Talvez alguns ministros sejam trocados, entre eles das Relações Exteriores”, diz Mourão, sobre Ernesto Araújo

“Talvez alguns ministros sejam trocados, entre eles das Relações Exteriores”, diz Mourão, sobre Ernesto Araújo

“Talvez alguns ministros sejam trocados, entre eles das Relações Exteriores”, diz Mourão, sobre Ernesto Araújo

O vice-presidente também afirmou que a pressão por impeachment deve diminuir conforme o plano de vacinação contra a Covid-19 avançar

O vice-presidente, Hamilton Mourão (PRTB-RJ), declarou à Rádio Bandeirantes que o comando do Ministério das Relações Exteriores pode mudar depois das eleições do Congresso.

Porém, Mourão fez a ressalva de que está fora das discussões sobre a substituição de Ernesto Araújo no comando do Ministério das Relações Exteriores. Porém, disse que uma reforma ministerial deve acontecer em breve.

“Eu acho, julgo, não tenho bola de cristal para isso, nem esse assunto foi discutido comigo, que em um futuro próximo após essa questão das eleições dos novos presidentes das duas casas do Congresso poderá ocorrer uma reorganização do governo para que seja acomodada a nova composição política que emergir desse processo”, disse Mourão.

Na sequência, o vice-presidente afirmou que “Talvez alguns ministros sejam trocados, entre eles das Relações Exteriores. Prefiro aguardar porque o assunto não foi discutido comigo e tudo o que eu falar será pura especulação”.

Sobre a possibilidade da abertura de um processo de impeachment contra o presidente Bolsonaro (sem partido), Mourão afirmou que atualmente as “condições não estão dadas” e também afirmou que, conforme o processo de vacinação contra a Covid-19 avançar, a pressão “por impeachment vai diminuir”.(Fórum)

Hamilton Mourão e Jair Bolsonaro (Foto: Bruno Batista/ VPR)

<