Open top menu
Professor de karatê e delegado da PF é homenageado em Araxá/MG

Professor de karatê e delegado da PF é homenageado em Araxá/MG

A Moção de Congratulações e Reconhecimento aos trabalhos prestados pelo professor da antiga academia de karatê Shobu Ryu, foi concedida pelo vereador Adolfo Mauricio. A homenagem foi feita nesta terça feira na Camará Municipal de Araxá.

Em seu discurso, o vereador disse que foi aluno do professor Sergio e pode acompanhar o empenho do Mestre para a valorização do esporte na cidade e região: “Sergio, não formou apenas bons atletas, ensinou a ter disciplina e contribuiu para a formação do caráter de seus alunos”, ressaltou.

Trajetória

Sérgio Fernando Velloso Pimenta, nasceu no Rio de Janeiro em 03/10/1958: O Shobu-Ryu também era praticado em Belo Horizonte, Conselheiro Lafaete, Bom Despacho e Itabira. Organizou-se os Campeonatos Estaduais de 1983 a 1985, conquistando a Academia de Araxá, sequencialmente, a 3a. posição, em 1983 em Itabira, a 2a. em 1984 em Araxá e sagrando-se Campeã em 1985 em Belo Horizonte.

Em 1981 prestou no Rio de Janeiro outro exame de graduação e alcançou o 2. Grau faixa preta no Shobu-Ryu
Em 1976 começou a treinar Karatê Shobu-Ryu com o professor Emerson Martins, criador do estilo.

Em Araxá a Academia crescia e prosperava, chegando a ter registrada a frequência expressiva de centenas de alunos.
Ainda em 2009 ingressou na Liga Paraense de Karatê-do, com seus atuais Mestres José Pereira e Victor Figueira. Em julho deste ano compôs a Seleção Brasileira de Karatê que disputou o 13. Campeonato Mundial de Karatê, linhagem SKIF, disputado na República Tcheca, na categoria Master e nas modalidades Kata e Kumite.

Tendo a profissão de desenhista na empresa MMC Engenharia, que projetava obras para a empresa CBMM, chegou em Araxá em 12/06/1979. Em 1980, chegando a faixa preta no Karatê, intencionou difundir o estilo e montou a Academia de Artes Marciais em Araxá.

Em Araxá, desde seu início a Academia de Artes Marciais participou de diversos eventos sociais e culturais, realizando apresentações dos alunos e do professor em varias oportunidades, além de participar dos desfiles cívicos de 7 de Setembro em diversos anos.

Em 1987 devido a problemas familiares o professor Sérgio retornou ao Rio de Janeiro, deixando a Academia de Artes Marciais sob o comando do professor Wantuir, faixa preta formado em Araxá.
Em 1989 o professor Sérgio mudou-se para São Paulo, onde iniciou os treinamentos no Karatê estilo Shotokan com o Sensei Mário Sérgio.

Foi aprovado no Concurso Público para Delegado de Polícia Federal, tendo como primeira e única lotação a Delegacia de Santarém no Pará a partir de 2009, tendo chefiado está de 2012 a 2014, onde segue atuando com especialização em ilícitos ambientais, previdenciários e eleitorais.

A saga com o Karatê sempre foi uma constante, por entender o professor Sérgio ser uma atividade acima de tudo que prima pelos elevados valores da sociedade, mais espiritual do que física, tendo as virtudes como base do progresso humano. Em agosto deste ano foi aprovado em exame de graduação para o 4. Dan no Karatê Shotokan, com reconhecimento no Japão e em 2020 está convocado para participar do Campeonato Panamericano em Cancún, no México.

Iniciou estudos jurídicos em 1993, formando-se em 1997 em Direito. Dedicou-se à preparação para concursos públicos a partir de então nos cursos preparatórios Damásio de Jesus e Marcato, famosos em São Paulo. Na Escola Paulista de Magistratura obteve em 2005 a Pós-graduação em Direito Público.

O professor Sérgio Velloso é casado com Adalgisa Aguiar Azevedo Pimenta, tem cinco filhos, Xênia, Kenia, Denia, Fernando e Esther, e tem três netos, Sophie, Raul e Anna Laura.

Tem um vínculo de amor com Araxá, onde reside a filha Kenia e a neta Anna Laura, vindo todos os anos para visitá-las, bem como, aos demais amigos que deixou em nossa cidade.

Em Araxá, trabalhou como desenhista técnico para as empresas de engenharia MMC Ltda, CBMM, CONSTREC e MS Montagens Industriais, de 1979 a 1983, bem ainda, foi repórter nos periódicos Jornal das Geraes e Correio de Araxá, de 1984 a 1987

Trabalho Social

Em Santarém, no Pará, desenvolve um trabalho voluntário com o Karatê, ministrando aulas na Pastoral do Menor, como atividade complementar na entidade que abriga 250 crianças em condições de pobreza e extrema pobreza, contando atualmente com 31 alunos na faixa etária de 6 a 16 anos

A Moção foi entregue à filha do homenageado, Kênia Velloso que agradeceu a homenagem destacando que se sente orgulhosa pelo pai que não pode comparecer

Homenagem e confraternização.

Na semana passada, ex alunos também homenagearam o professor durante uma confraternização com uma placa de agradecimento.

Em nota, Sergio Velloso, agradeceu as homenagens, ressaltando a satisfação de poder transmitir os conhecimentos que o karatê proporciona aos praticantes que aprendem a controlar a agressividade, e a prática das virtudes, para a formação do caráter e ser uma pessoa útil à sociedade: “se não for para ser útil a sociedade, melhor que não seja praticante”, disse.

<