Open top menu
PF usa dados de satélite para deflagrar operação contra queimadas na Amazônia

PF usa dados de satélite para deflagrar operação contra queimadas na Amazônia

PF usa dados de satélite para deflagrar operação contra queimadas na Amazônia

A Polícia Federal cumpre nesta 3ª feira (20.abr) 27 mandados de busca e apreensão para avançar na investigação contra proprietários de terras no sul do Amazonas suspeitos de praticar desmatamento, queimadas e uso irregular de terras da União.
A ação, batizada de operação Pentaedro do Fogo, é baseada em informações do sistema de satélite Planet, que cruzou imagens de focos de incêndio com dados de proprietários de terras para chegar até os responsáveis pelos crimes. A PF contratou por R$ 49 milhões os serviços do sistema Planet em 2020.
O sistema de alta precisão conseguiu identificar 10.900 focos de incêndio em municípios do sul do Amazonas.
Segundo a PF, a metodologia utilizada na apuração é inédita no combate às queimadas e, além do caráter repressivo, serve como prevenção uma vez que expõe a possibilidade dos órgãos de fiscalização mapear com precisão os focos e responsáveis pelos incêndios.
A operação foi comandada ainda pelo delegado Alexandre Saraiva, que deixou o cargo de superintendente do Amazonas nesta 3ª feira (20.abr).
A mudança foi decidida na semana passada, em meio a atrito com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.
Saraiva enviou uma notícia-crime ao Supremo dizendo que o ministro atrapalha investigações e defende interesses de madeireiras ligadas ao desmatamento ilegal.(Poder 360)
Foto: Vinícius Mendonça/Ibama – 29.ago.2019

<