Open top menu
Pesquisadores revertem Alzheimer e Herpes com substância do açafrão

Pesquisadores revertem Alzheimer e Herpes com substância do açafrão

Pesquisadores revertem Alzheimer e Herpes com substância do açafrão

Pesquisadores da UniSa, Universidade da Austrália do Sul, da Universidade McMaster, no Canadá e da Universidade A&M do Texas, nos EUA, alteraram a curcumina, substância principal do açafrão, pra que possa ser absorvida por células humanas.

O co-autor Professor Xin-Fu Zhou, neurocientista da UniSA, diz que a nova formulação oferece uma solução potencial para a doença de Alzheimer.

“A curcumina é um composto que suprime o estresse oxidativo e a inflamação, os dois principais fatores patológicos da doença de Alzheimer, além de ajudar a remover as placas amilóides, pequenos fragmentos de proteína que se aglomeram no cérebro dos pacientes com doença de Alzheimer”, diz Zhou.

O professor de ciências farmacêuticas da UniSA, Sanjay Garg e o Dr. Ankit Parikh, membros da equipe, conseguiram usar a substância na forma de pequenas nanopartículas. Isso fez com que a curcumina aumentasse o poder de ingestão oral em 117%.

Os pesquisadores demonstraram por meio de experiências com animais que as nanopartículas contendo curcumina não apenas previnem a deterioração cognitiva, mas também revertem os danos.

As descobertas, que abrem caminho para os ensaios de desenvolvimento clínico da doença de Alzheimer, foram publicadas no International Journal of Molecular Sciences and Drug Delivery and Translational Research como parte I e parte II.

A curcumina é o ingrediente principal do curry, condimento muito usado na Índia, Tailândia e outros países.

Herpes

O mesmo método está sendo testado para mostrar que a curcumina também pode impedir a propagação do herpes genital.

“Para tratar o herpes genital (HSV-2), você precisa de uma forma de curcumina que seja melhor absorvida, e é por isso que precisa ser encapsulada em uma nano formulação”, diz o professor Garg.

“A curcumina, pode parar o vírus do herpes genital, ajuda a reduzir a inflamação e a torna menos suscetível ao HIV e outras DSTs”, acrescentou Garg.

As mulheres são biologicamente mais vulneráveis ao herpes genital. Infecções bacterianas e virais no trato genital feminino (FGT) prejudicam a barreira da mucosa.

A curcumina, no entanto, pode minimizar a inflamação genital e o controle contra a infecção pelo HSV-2, o que ajudaria na prevenção da infecção pelo HIV no FGT.

Pesquisadores revertem Alzheimer e Herpes com substância do açafrão

Com informações GNN e University of South Australia

Foto: pixabay

<