Open top menu
PEDIDO DE FLÁVIO BOLSONARO NO STF FOI ‘CONFISSÃO DE CULPA’, DIZ MINISTRO

PEDIDO DE FLÁVIO BOLSONARO NO STF FOI ‘CONFISSÃO DE CULPA’, DIZ MINISTRO

A sucessão de ‘trapalhadas’ do governo Bolsonaro inclui o acionamento do STF (Supremo Tribunal Federal) pelo filho do presidente e senador eleito Flávio Bolsonaro. Para um ministro do Supremo, Flávio confessou ter culpa no caso Queiroz ao acionar o STF. O magistrado ainda disse – segundo a jornalista Mônica Bergamo – que a situação de Flávio Bolsonaro se agrava, pois a confissão é a de que o envolvido é ele e não o motorista. Outros ministros afirmaram que, se a questão for aberta no STF, o presidente Jair Bolsonaro também será investigado.

A reportagem publicada no jornal Folha de S. Paulo reforça a declaração do ministro – que preferiu não se identificar: “o pedido feito pelo senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) para suspender a investigação criminal sobre movimentações financeiras de seu ex-assessor Fabrício Queiroz foi considerado uma “confissão da culpa” por um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo o magistrado, o caso ficou ainda mais grave e a atitude é uma confissão de que o envolvido é o senador eleito e não o motorista. O ministro Luiz Fux acatou a petição do senador nesta quinta (17).”

E ainda acrescenta: “o inquérito suspenso temporariamente foi instaurado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. São investigadas movimentações financeiras feitas por Queiroz consideradas “atípicas” pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).”(247)

Saiba mais: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2019/01/ministro-do-stf-afirma-que-pedido-de-flavio-bolsonaro-sobre-motorista-foi-uma-confissao-de-culpa.shtml