Open top menu
Paraguai: MP e Ministério de Justiça acusam um ao outro de negligência na fuga de presos do PCC

Paraguai: MP e Ministério de Justiça acusam um ao outro de negligência na fuga de presos do PCC

Paraguai: MP e Ministério de Justiça acusam um ao outro de negligência na fuga de presos do PCC

Ministra da Justiça do Paraguai declarou que os promotores haviam recebido um alerta sobre uma possível fuga em dezembro. Já a promotora encarregada de investigar o caso reclama que o Ministério não garantiu a segurança dos agentes

A fuga de 76 presos do PCC (Primeiro Comando da Capital) do presídio regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, que aconteceu na madrugada do domingo (19), iniciou uma crise institucional no país vizinho, entre o Ministério Público e o Ministério de Justiça.

Nesta terça-feira (21), a ministra da Justiça do Paraguai, Cecilia Pérez, denunciou em uma comissão do Congresso que o MP havia recebido um alerta sobre possível fuga massiva em Pedro Juan Caballero em meados de dezembro e solicitou que se investigue se houve negligência por parte dos promotores.

Em contrapartida, e no mesmo dia, a promotora María Irene Álvarez, que lidera a equipe do MP paraguaio que investiga a fuga, acusou o Ministério da Justiça de negar acompanhamento policial aos agentes que investigam o caso na região, e que por isso não houve a devida averiguação dos alertas.

Segundo editorial do jornal local ABC Color, “as denúncias mútuas deixam em evidência uma enorme falta de comunicação e coordenação entre ambas as instituições, o que colaborou para que a fuga pudesse acontecer”.(Fórum)

(Reproução/Twiter)

<