Open top menu
Nova Covid-19 no Amazonas é mais rápida, grave e mata mais jovens

Nova Covid-19 no Amazonas é mais rápida, grave e mata mais jovens

Nova Covid-19 no Amazonas é mais rápida, grave e mata mais jovens

De acordo com registro de óbitos nos últimos 30 dias, quatro em cada dez vítimas fatais tinham menos de 60 anos no estado

Profissionais da Saúde que atuam em prontos-socorros e hospitais de Manaus informam que a nova fase da Covid-19 tem maior transmissibilidade, forma infecções mais graves e em menos tempo do que a anterior. Além disso, dados apontam que pessoas mais jovens, com menos de 60 anos passaram a morrer também.

De acordo com registro de óbitos nos últimos 30 dias, quatro em cada dez vítimas fatais tinham menos de 60 anos no estado.

“Algo de muito diferente está ocorrendo em Manaus. Não sei informar se é uma cepa nova ou se é algo diferente. Mas quem está na linha de frente está vendo um aumento da gravidade dos casos”, disse ao UOL o infectologista e pesquisador Noaldo Lucena, que atua na cidade em clínica popular, atendimento domiciliar e hospitais públicos.

“Claramente estamos diante de um ser invisível que é muito mais patogênico e transmissível. Hoje chegam famílias inteiras com os sintomas ao mesmo tempo, antes era um de cada vez”, disse ainda o infectologista.

“Neste ano, eu já vi mais 150 pessoas aqui na clínica e mais 300 no serviço público. Digo que menos de 2% deles tinham comprometimento leve. Os demais eram comprometidos acima de 50%. Alguns com 70%, 80%, 90%, com necessidade de internação imediata e até suporte ventilatório”, diz.(Fórum)

Com informações do UOL

Foto: Prefeitura de Manaus

<