Open top menu
Mourão diz que “imposto do pecado” é “balão de ensaio” de Guedes

Mourão diz que “imposto do pecado” é “balão de ensaio” de Guedes

Mourão diz que “imposto do pecado” é “balão de ensaio” de Guedes

O ministro da Economia lançou a ideia durante participação no Fórum Econômico Mundial. A ideia é taxar produtos que fazem mal à saúde

O presidente em exercício, Hamilton Mourão (PRTB), disse nesta sexta-feira (24/01/2020) que a ideia lançada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, de criar um imposto sobre produtos prejudiciais à saúde, como cerveja, cigarro e outros contendo açúcar, por exemplo.

“Lançar ideia não faz mal nenhum. É balão de ensaio que está jogado aí. Não mata ninguém isso daí. Não vamos ver chifre em cabeça de cavalo”, afirmou.

O ministro da Economia, ao lançar a ideia durante sua participação no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, disse se tratar de um “imposto do pecado”.

“Vamos colocar o seguinte: o ministro Guedes está lá fora do Brasil e lançou uma ideia imediatamente rebatida pelo presidente. Vamos lembrar que todos os ministros podem lançar as ideias que eles quiserem. Agora, só tem um ‘decisor’ que se chama Jair Bolsonaro. É o que tem mandato do povo para decidir”, disse Mourão.

Em seguida, o presidente em exercício brincou dizendo ser “lamentável” sobretaxar a cerveja.(Metrópoles)

FOTO: RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

<