Open top menu
Mourão diz que Carlos Bolsonaro sumiu: “Alguém disse chega aos olavistas”

Mourão diz que Carlos Bolsonaro sumiu: “Alguém disse chega aos olavistas”

Mourão diz que Carlos Bolsonaro sumiu: “Alguém disse chega aos olavistas”

Vice-presidente voltou a conceder entrevista e lançou logo uma provocação ao filho 02 de Bolsonaro, que silenciou nos últimos tempos após uma série de ataques contra militares no front dos doutrinados de Olavo de Carvalho

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), que reassumiu a Presidência interina nesta quinta-feira (6) durante a viagem de Jair Bolsonaro à Argentina, voltou a conceder entrevista e lançou logo uma provocação ao filho 02 do presidente, Carlos Bolsonaro (PSL/RJ), que silenciou nos últimos tempos após uma série de ataques contra o general no front dos doutrinados de Olavo de Carvalho.

“O Carlos sumiu”, disse Mourão em entrevista a Guilherme Amado, da revista Época, após insinuar que alguém deu um “cala-boca” nos olavistas depois que o guru passou a atacar o general Eduardo Villas Bôas, ex-comandante do Exército.

“Alguém chegou para essa turma (os olavistas) e disse: “Chega”. Acho que o próprio presidente pode ter feito isso”, afirmou.

Solto, Mourão ainda fez críticas ao também olavista Ernesto Araújo, ministro de Relações Exteriores, respondendo de maneira afirmativa quando indagado se o secretário-geral do Itamaraty, Otávio Brandelli, tem sido um moderador frente à falta de rumo do titular da pasta.

“Sim. O Brandelli é respeitado como força de moderação no Itamaraty”, disse Mourão, minimizando o papel de um outro olavista nas Relações Exteriores, o assessor especial da Presidência, Filipe Martins. “O Filipe fica falando no ouvido do presidente. O negócio dele é no Twitter”.(Fórum)

(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

Deixe seu comentário