Open top menu
Mortos em incêndio no CT do Flamengo são jogadores da base

Mortos em incêndio no CT do Flamengo são jogadores da base

O fogo começou por volta das 5h da madrugada e tomou conta do Centro de Treinamento do time, em Vargem Grande

Pelo menos 10 pessoas morreram e três ficaram feridas em um incêndio de grandes proporções no Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, no Rio de Janeiro. As chamas começaram na madrugada desta sexta-feira (8/2), por volta das 5h.

O local foi completamente consumido pelo fogo. As três vítimas encaminhadas ao hospital foram identificadas como Cauã Emanoel Gomes Nunes, de 14 anos, Francisco Diogo Bento Alves e Jonathan Cruz Ventura — as idades não foram informadas. Cauã, que está em estado grave, é de Fortaleza e está há três anos no Rio.

Segundo as primeiras informações do Corpo de Bombeiros, o alojamento onde ficavam atletas da base cujas famílias moravam longe ou fora do Rio de Janeiro foi totalmente consumido pelas chamas. Os jogadores têm entre 14 e 17 anos.

Ainda não se sabe as circunstâncias do incêndio. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o incêndio foi controlado por volta das 7h30.

“A gente tem o local, que é o alojamento, onde os jogadores da base do Flamengo dormiam. A identificação das vítimas é feita posteriormente pela Polícia Civil” disse o tenente coronel do Corpo de Bombeiros Douglas Renault, em entrevista a TV Globo.

Solidariedade

Outros times brasileiros se manifestam desde cedo em solidariedade às vítimas do incêndio. No Twitter, o Corinthians se manifestou e desejou força ao time, à torcida e às famílias das vítimas. “Estamos em choque com o trágico incêndio no Ninho do Urubu. Neste momento de dor e luto, externamos toda a nossa solidariedade ao Flamengo, à torcida flamenguista e aos familiares e amigos das vítimas”.(Metrópoles)