Open top menu
Mordido por morcego, jovem morre de raiva em Angra dos Reis

Mordido por morcego, jovem morre de raiva em Angra dos Reis

Mordido por morcego, jovem morre de raiva em Angra dos Reis

Um adolescente de 14 anos morreu após ser mordido por um morcego no fim de janeiro e contrair raiva, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. A morte ocorreu no dia 30 de março em uma unidade de saúde da capital. As informações são do jornal O Globo e do G1.

Nesta terça-feira (16), a Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro emitiu um alerta para os municípios fluminenses após a confirmação da morte. Esse é o primeiro caso de morte por raiva humana no estado desde 2006.

Segundo a secretaria, o alerta só foi enviado nesta terça porque a SES estava fazendo a checagem oficial do caso. Ainda de acordo com a secretaria, após ser mordido, o adolescente não foi à unidade de saúde para tomar doses da antirrábica. Os primeiros sintomas da doença apareceram em 22 de fevereiro.

No dia 7 de março, ele foi internado e, cinco dias depois, foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG/UFRJ), já com suspeita de raiva. O adolescente morreu no dia 30 de março, dez dias depois da confirmação da doença.

A raiva é transmitida ao homem pela saliva de animais infectados, principalmente por meio da mordida. Também pode ser transmitida por arranhões ou pela lambedura desses animais. Os morcegos podem abrigar o vírus por longo período, sem sintomas aparentes.

Ainda de acordo com a secretaria, há “desabastecimento do estoque de vacina e soro antirrábicos para humanos no país”. O alerta da SES informa também que “há indicativo no Ministério da Saúde que haverá envio de vacina antirrábica animal para realização da campanha até novembro”(IstoÉ)

Foto/Reprodução

<