Open top menu
Ministério Público aponta sumiço de 1 bilhão da saúde do governo Aécio

Ministério Público aponta sumiço de 1 bilhão da saúde do governo Aécio

O Ministério Público (MP) de Minas Gerais denunciou nesta sexta-feira, 17, o desaparecimento de R$ 1,017 bilhão em verbas do Estado destinadas à saúde durante mandato do ex-governador Aécio Neves, atual candidato à presidência pelo PSDB. Em 2009, o dinheiro deveria ter sido investido pela Secretaria de Saúde no setor. No entanto, de acordo com o governo de Minas, a verba foi repassada à Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), que afirma nunca ter recebido a quantia.

Na denúncia do MP, segundo o Tribunal de Contas, o governo de Aécio investiu R$ 3,36 bilhões na saúde. Porém, um pouco mais de R$ 1 bilhão desse total foi parar nas mãos da Copasa, o que seria ilegal, mas uma auditoria comprovou que o repasse nunca foi efetivado na conta da empresa.

Denúncia Ministério Público. Foto: Reprodução de internet

“Conforme se observa do parecer apresentado pelos auditores, relativo ao balanço patrimonial de exercício de 2009, não foram encontradas transferências de recursos do Estado de Minas Gerais para a Copasa, a título de investimentos em saúde pública na forma de ações em saneamento básico. O MP também observa que a auditoria encontrou apenas uma transferência do estado mineiro para a empresa de saneamento no ano de 2009 sob o valor de R$ 1 mil”, diz o documento.

A ação do Ministério Público destaca a manobra de repasse de verbas, pede esclarecimentos sobre o destino da quantia desaparecida e também solicita a devolução do dinheiro aos cofres do Fundo Estadual de Saúde.

O governo de Minas Gerais disse, em nota, que ainda não foi notificado e que cumpre todas as medidas e determinações do Tribunal de Contas do Estado. O comunicado completa com afirmação de que só vai se pronunciar quando receber a notificação oficial.

A assessoria de Aécio Neves também informou que o tucano ainda não foi notificado e, por isso, não vai comentar sobre o assunto.

 

Fonte: sidneyrezende.com

 

 

<