Open top menu
MG: Romeu Zema flerta com eleitores de Bolsonaro

MG: Romeu Zema flerta com eleitores de Bolsonaro

Na volta à campanha eleitoral após a vitória no primeiro turno da eleição ao governo de Minas, Romeu Zema (Novo) mira o público-alvo de Jair Bolsonaro (PSL), primeiro colocado na disputa pela Presidência.

O empresário se reuniu, nessa terça-feira, com pastores e lideranças da Igreja Batista da Lagoinha. Também tinha encontro marcado com o comando da Polícia Militar, que acabou remarcado para esta quarta-feira. Os evangélicos e os setores ligados à segurança pública declararam apoio a Bolsonaro, e são importantes bases de votos para o presidenciável.

“Todo apoio que venha é sempre bem-vindo, mas sempre tenho dito que não vamos abrir balcão de negócios. Nós estamos recebendo apoio de voluntários, mas sempre sem nenhuma troca, sem nenhum compromisso”, pontuou Zema, antes da reunião com os pastores.

Em relação à segurança pública, o empresário afirmou que pretende instalar micro câmeras nos coletes dos policiais, com o intuito de resguardar os agentes contra alegações de excesso feitas pelos infratores.

“Quero que o policial trabalhe mais bem equipado e tranquilo. Hoje ele está totalmente inseguro. No Brasil, parece que o bandido passou a ter mais razão do que nós que trabalhamos”, disse.

Mesmo com o flerte com os eleitores do candidato do PSL, Zema ainda não se posicionou em relação ao apoio a Bolsonaro e disse que vai acatar a decisão do diretório nacional do Novo. Em nota, o partido afirmou que não vai apoiar nenhum postulante à Presidência, mas ressaltou que é “absolutamente contrário ao PT”.

O empresário disse ainda que se encontrou com os pastores a convite de um deputado federal eleito pelo partido.

Zema também comentou sobre possíveis composições para o segundo turno, e afirmou que não rejeitaria o apoio do atual governador, de quem foi crítico ferrenho durante a campanha.

“De adversário direto, só o Mares Guia (declarou apoio). Os demais não se manifestaram ainda. Estamos abertos aos apoios. Se o Pimentel concordar com nossas propostas, e quiser apoiar, desde que não haja balcão de negócios, não vamos nos recusar a construir uma Minas nova”, pontuou.

Anastasia

Adversário de Romeu Zema no segundo turno da disputa pelo governo de Minas, o senador Antonio Anastasia segue em Brasília, onde cumpre agenda parlamentar.
Em relação ao posicionamento na disputa presidencial, o tucano aguarda a decisão do partido, que teve Geraldo Alckmin (PSDB) derrotado no primeiro turno.(Hoje em Dia)