Open top menu
México cede à pressão dos EUA e envia 6 mil soldados à fronteira com a Guatemala

México cede à pressão dos EUA e envia 6 mil soldados à fronteira com a Guatemala

México cede à pressão dos EUA e envia 6 mil soldados à fronteira com a Guatemala

O governo de Trump ameaçou aumentar as taxas de importação dos produtos mexicanos em 5% a cada mês, se o país não tomar medidas de reforço de sua segurança na fronteira sul. Nesta sexta-feira, o país vizinho enviou as tropas

A estratégia da Casa Branca de obrigar o México a reforçar a segurança em sua fronteira contra os imigrantes centro-americanos que tentam cruzar o país para chegar aos Estados Unidos deu certo. Após o governo de Donald Trump ameaçar o vizinho com a imposição de maiores tarifas alfandegárias, nesta sexta-feira (7), o presidente López Obrador tomou a decisão de enviar uma tropa de 6 mil homens à sua fronteira com a Guatemala, no sul do país.

Segundo o diário mexicano La Jornada, a decisão não normalizaria o clima entre os dois países. O jornalista David Brook, correspondente do jornal em Washington, acredita que essa vitória poderia levar o governo estadunidense a elevar a aposta e fazer ainda mais exigências ao seu vizinho do sul.

Por sua vez, o chanceler mexicano Marcelo Ebrard, explicou que a posição do México continua igual, e que o país “tomou a medida para combater a contravenção, e não por uma política anti imigratória”.

Durante a semana, o governo de Trump ameaçou aumentar as taxas de importação dos produtos mexicanos em 5% a cada mês, se o México não tomasse medidas de reforço de sua segurança na fronteira sul.

A ameaça estava baseada na cifra de 133 mil imigrantes que tentaram entrar nos Estados Unidos a partir do México, durante o mês de maio, número que foi considerado um recorde, com um aumento de 33% em relação a abril, e entre os quais a maioria das pessoas eram provenientes de países da América Central.(Fórum)

Fronteira do México com a Guatemala (Arquivo/Agência Brasil)

<