Open top menu
Lockdown das 20h às 5h terá duração mínima de 14 dias, afirma Ibaneis

Lockdown das 20h às 5h terá duração mínima de 14 dias, afirma Ibaneis

Lockdown das 20h às 5h terá duração mínima de 14 dias, afirma Ibaneis

A informação foi publicada pelo chefe do Executivo local, em sua conta no Twitter, na manhã desta sexta-feira (26/2)
O governador Ibaneis Rocha (MDB) disse, na manhã desta sexta-feira (26/2), que o lockdown no Distrito Federal, que começa na segunda-feira (1°/3), terá duração de pelo menos 14 dias. A informação foi publicada pelo chefe do Executivo local em sua conta no Twitter.
“Após esse período, vamos averiguar o índice de internação (nas unidades de Saúde) para decidirmos os próximos passos”, assinalou o governador, na postagem.
Devido à pandemia de Covid-19, o titular do Palácio do Buriti informou, na noite de quinta-feira (25/2), que irá “fechar tudo, exceto serviços essenciais, das 20h às 5h”. Portanto, as demais atividades seguem autorizadas a funcionar fora do horário determinado. Os servidores que não forem de serviços essenciais ficarão em home office.
“O objetivo é interromper o fluxo de pessoas no período da noite. Tentamos diminuir o impacto na economia, já que o comércio seguirá aberto durante o dia”, disse Ibaneis, nesta sexta, também por meio do Twitter.
Aulas presenciais adiadas
Além das restrições no período da noite, as aulas presenciais na rede pública do Distrito Federal não vão mais voltar no próximo dia 8, conforme estava programado. O anúncio foi feito na noite de quinta-feira (25/2) pelo secretário de Educação do DF, Leandro Cruz.
Os estudantes continuarão a ter aulas no modelo on-line. Segundo o titular da pasta, a situação será essa pelo menos até 23 de março, quando passará por nova avaliação. A medida é resultado do aumento do número de casos de Covid-19 e da taxa de ocupação de leitos em unidades de terapia intensiva (UTIs) nos hospitais públicos — que atingiu 92% na quinta.
“Vamos continuar observando a pandemia sempre, observando a preservação da vida”, frisou Leandro Cruz, em live no Instagram.
Vacinação no DF
Idosos de 76 a 78 anos do DF começam a receber a primeira dose de imunização contra Covid-19 nesta sexta-feira. Na quinta, o GDF centralizou a marcação da campanha em um site da Secretaria de Saúde para evitar filas e aglomerações nos postos de saúde e nos pontos drive-thru.
Mas ainda assim houve filas em alguns locais. Na UBS 2 de Samambaia, na QS 611, as doses começaram a ser aplicadas às 9h. Tanto as pessoas que iam tomar a primeira dose quanto as que receberiam a segunda dose ficaram na mesma fila.
A média móvel de mortes por Covid-19 no Distrito Federal subiu para 11 na última quinta-feira. Na comparação com o indicador apurado há 14 dias, houve crescimento de 8,5%.
Desde o início da pandemia de coronavírus, o DF já notificou 293.782 contaminações e 4.805 óbitos em decorrência da doença. Nas últimas 24 horas, foram 14 mortes e 1.068 novas infecções.
(Com informações do portal Metrópoles)
Hugo Barreto/Metrópoles

<