Open top menu
IBGE: 13 MILHÕES DE DESEMPREGADOS, 28 MILHÕES SEM TRABALHO OU SUBEMPREGADOS

IBGE: 13 MILHÕES DE DESEMPREGADOS, 28 MILHÕES SEM TRABALHO OU SUBEMPREGADOS

IBGE: 13 MILHÕES DE DESEMPREGADOS, 28 MILHÕES SEM TRABALHO OU SUBEMPREGADOS

População que não trabalha ou trabalha menos do que gostaria chegou a 28,4 milhões de pessoas, recorde da série histórica iniciada em 2012

A taxa de subutilização da força de trabalho no Brasil foi de 24,9% no trimestre encerrado em abril, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O número mostra uma variação de 0,7 ponto percentual em relação ao trimestre de novembro de 2018 a janeiro de 2019 (24,2%). Na comparação com o mesmo trimestre de 2018 (24,5%), mostra alta de 0,4 p.p.

Isso significa que a população que não trabalha ou trabalha menos do que gostaria chegou a 28,4 milhões de pessoas, recorde da série histórica iniciada em 2012.

Em relação ao trimestre imediatamente anterior, o resultado mostra alta de 3,9% (mais 1.063 mil pessoas). Em relação ao esmo período do ano passado, o aumento é de 3,7% (mais 1.001 mil pessoas).

Taxa de desemprego

Segundo o IBGE, a taxa de desemprego no Brasil ficou em 12,5 por cento nos três meses até abril.

A população desocupada ficou em 13,2 milhões de pessoas, 4,4% a mais do que no trimestre encerrado em janeiro (mais 552 mil pessoas), mas estatisticamente estável ante o trimestre encerrado em abril de 2018 (13,4 milhões de pessoas).

A população ocupada, de 92,4 milhões de pessoas, mostrou estabilidade na comparação com o trimestre anterior (92,3 milhões de pessoas) e cresceu 2,1% (mais 1,94 milhões) na comparação com o trimestre encerrado em abril de 2018 (90,4 milhões de pessoas).(EXAME)

FOTO: (Arquivo/ Marcelo Camargo/Agência Brasil)

<