Open top menu
Olavo bate no governo: “Mentalidade de putinha barata”

Olavo bate no governo: “Mentalidade de putinha barata”

Olavo bate no governo: “Mentalidade de putinha barata”

Escritor que influencia de ministros a militantes coloca em dúvida seu apoio a Bolsonaro por achar que governo se vende a chineses

Tido como guro pela ala ideológica do governo, o escritor Olavo de Carvalho aumentou muito o tom de suas críticas e mirou o governo de Jair Bolsonaro (sem partido), a quem acusa de não radicalizar o suficiente contra seus inimigos.

O professor de filosofia on-line também espalhou desinformação sobre o coronavírus e defendeu a retirada de “dúzias de filhos da puta” do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF), de modo que essas instituições não precisem ser fechadas.

Carvalho abriu a artilharia na manhã desta segunda-feira (20/04), um dia após o Brasil registrar atos pedindo um golpe militar, negando que seja guru do bolsonarismo, afinal, acha que o governo jamais lhe deu ouvidos em questões essenciais.

“Por exemplo, desde o primeiro dia insisti em que jamais dissesse uma palavra contra entidades gerais abstratas, como ‘a mídia’, ‘a classe política’ etc., mas atacasse somente agentes individuais bem caracterizados, e aliás o fizesse por ações na Justiça em vez de destampatórios verbais”, escreveu.

O escritor direcionou as críticas a Bolsonaro e disse que “ainda” está do lado do presidente, “mas não para ajudá-lo alegremente a se foder”. O principal problema do país, para Carvalho, é a natureza do relacionamento com seu maior parceiro comercial, a China. Para ele, Bolsonaro, “em vez de ouvir o amigo sincero, deixou-se levar por generais puxa-sacos da China”.(Metrópoles)

Foto/Redes Sociais

<