Open top menu
Governo Bolsonaro diz ao STF que não pode ser responsabilizado por demora em vacinação

Governo Bolsonaro diz ao STF que não pode ser responsabilizado por demora em vacinação

Governo Bolsonaro diz ao STF que não pode ser responsabilizado por demora em vacinação

Em documentos enviados à Corte, governo atribui a lentidão à falta de imunizantes no mundo. Sobre falta de insumos e oxigênio, gestão culpa estados e municípios
O governo de Jair Bolsonaro afirmou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que a lentidão na vacinação contra a Covid-19 se deve à falta de imunizantes no mundo e que o governo federal não pode ser responsabilizado por “atrasos na efetiva aplicação das doses”.
O comentário consta em documentos enviados à Corte no âmbito de uma ação proposta pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) com questionamentos sobre a condução da vacinação no país.
“O ente federal está adotando as medidas para garantir as vacinas e demais insumos à população, de modo que os atrasos verificados na efetiva aplicação das doses, a cargo dos entes subnacionais, não podem ser imputados ao ente federal”, aponta o ofício, segundo informações do jornal O Globo.
Em outra ação, que trata sobre a falta de medicamentos para intubação e de oxigênio no sistema de saúde do país, o governo mais uma vez repassou a culpa para estados e municípios. Segundo a União, as gestões têm dificuldade de “colaborar com dados e informações precisas essenciais para os planejamentos” de aquisição de tais insumos.
Em quase três meses de vacinação contra a Covid-19 no Brasil, o país aplicou ao menos uma dose do imunizante em 19.474.826 pessoas. Isso equivale a 9,20% da população, de acordo com os dados reunidos pelo consórcio de imprensa.(Fórum)
Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

<