Open top menu
“Fiz por amor”, diz chef que curou câncer do marido através dos alimentos

“Fiz por amor”, diz chef que curou câncer do marido através dos alimentos

“Fiz por amor”, diz chef que curou câncer do marido através dos alimentos

Viviane largou a carreira de advogada e descobriu um dom para a alimentação saudável

Viviane Almeida é uma daquelas pessoas que emitem boa energia já no primeiro instante de conversa. Aos 40 anos, mãe de três filhos, ela conta com tranquilidade a história surpreendente vivida por ela e o marido. Também de como abandonou a profissão de advogada para se dedicar integralmente a saúde dele, o que a fez descobrir a paixão pela cozinha saudável.

Para entendermos melhor como tudo começou, já de início Viviane nos convida a uma reflexão: “quando você se une a alguém para construir uma família e envelhecer ao lado dessa pessoa, acredita realmente no amor incondicional, que transpõe barreiras? Enxerga você e seu companheiro como sendo uma só pessoa?”. É assim que ela começa contando ao LIVRE sua linda história de amor.

A doença

Diagnosticado em junho de 2014 com câncer no intestino em estágio avançado, Romildo foi condenado à morte. Sua expectativa de vida após a descoberta era tão curta que os médicos chegaram a dar um prazo de 10 dias para a retirada do tumor, caso contrário, ele morreria.

“O médico com cara de velório já dava uma noção de que a notícia não seria boa né? No mesmo instante em que ele anunciou que meu marido tinha câncer, foi também alertando sobre a emergência em fazer a cirurgia. Quando ouvi ’10 dias’, um buraco se abriu para o meu marido e para mim”, relembra Viviane.

O casal tinha pouco tempo para agir. E sem médicos capacitados em Cuiabá para aquele tipo de câncer, a solução foi levar Romildo para outro Estado. Dois dias depois do diagnóstico, Viviane e Romildo já estavam em Ribeirão Preto (SP), sendo recebidos pelo doutor Ribeiro da Rocha, médico especialista em tumores intestinais.

Após analisar os exames, o médico viu que estava diante de um tumor grave e encaminhou o empresário para o centro cirúrgico. Após 4 horas de cirurgia, Viviane foi chamada.

“Me lembro do doutor me tranquilizando e dizendo que a cirurgia tinha ido bem e que meu marido estava bem também. E me perguntou se eu não queria ver a peça”, contou Viviane se referindo ao tumor.

“Falei que queria ver sim, mas não imaginava o tamanho. Era imenso e foi preciso retirar 70% do intestino dele”.

A cura

Após a cirurgia, era preciso aguardar. Havia a possibilidade de o tumor reaparecer em algum outro órgão. O câncer tinha caído na corrente sanguínea. Foi então que Viviane começou a pesquisar sobre alimentação saudável, terapias e estudos que estavam em experimento.

“Quis sempre vencer o tumor. Tratei a doença como uma rival. Algo que eu teria que enfrentar”.

Foram noites mal dormidas diante de artigos e muitos estudos. O câncer, infelizmente, ressurgiu, dessa vez no fígado, anunciando que a luta de Viviane estava apenas começando. Advogada bem-sucedida, ela decidiu deixar tudo de lado para se dedicar integralmente ao marido.

“O novo tumor já estava do tamanho de um limão. Era a hora de colocar tudo que eu tinha estudado em prática. Só chorar não iria curar meu marido”.

Romildo passou a ter uma alimentação extremamente balanceada, colorida e sem conservantes, açúcares e farinhas brancas.

“Teve uma época que dei tanta beterraba para ele, um dia antes da quimioterapia, que achei que ia matar meu marido. Ele ia ao banheiro e defecava de cor vermelha. Pensei pronto! Matei ele. Mas era só a coloração [do alimento]”, relembra aliviada, contando como o médico admirava seu empenho.

“Chegava no dia dos exames para acompanhar se o câncer estava evoluindo e o próprio médico brincava que eu já estava ninja no tratamento, sabendo de todos os procedimentos e do melhor caminho para salvar meu marido. E tudo que fiz foi por amor. Não aceitava a ideia de perdê-lo”, ela diz.

A melhora foi gradativa. O tumor que estava do tamanho de um limão, diminuiu a ponto de ficar do tamanho de uma moeda. E foi em um dos exames que Viviane teve seu primeiro momento de alívio.

“Uma nova biopsia foi feita e a reação da médica me deixava ainda mais apavorada. Ela ria com os exames em mãos e dizia: ‘já fizemos várias reuniões entre os médicos e não estamos entendendo, mas o tumor secou’. Aí foi aquela choradeira. Eu saí gritando pelos corredores do hospital”, lembra Viviane emociona. Ela acredita que tenha sido um milagre de Deus.

O amor pela cozinha saudável

Viviane, que havia esquecido um pouco de si para cuidar do grande amor de sua vida, percebeu que durante o ano do tratamento do marido, havia encontrado uma nova paixão: a cozinha saudável.

Seus estudos sobre os alimentos e benefícios específicos lhe renderam experiência suficiente para escrever três livros e dar cursos por todo o Brasil e também nos Estados Unidos.

O trabalho e a história de Viviane repercutiram positivamente entre dezenas de blogueiras fitness que encontraram nos livros escritos por ela, um guia para uma alimentação saudável.

Foi o caso da jornalista e blogueira Graciele Lacerda, casada com o cantor Zezé Di Camargo. Em uma das vindas a Cuiabá, ela teve a oportunidade de provar o bolinho de queijo a base batata doce – um dos sucessos da cozinha de Viviane.

A jornalista se encantou a ponto de colocá-lo em seu último livro ‘O Prazer da Cozinha’.

“Através de uma amiga, conheci a história de Viviane Almeida. Em uma ocasião ela me presenteou com o livro de receitas Doce Saúde Fit e me contou um pouco de sua trajetória… Eu que estava ingressando nesse mundo fit, vi ali uma ferramenta de alerta para muitas pessoas que sentem dificuldade para iniciar uma reeducação alimentar. Viviane ajudou o marido, vítima de câncer, a enfrentar a doença com alimentação saudável e me deu mais força para continuar me cuidando”, disse Graciele no prefácio do livro.

Novos caminhos

Viviane conta que ainda tem muitos sonhos a realizar. Um deles é o de levar sua receita ao programa da apresentadora Ana Maria Braga.

Recentemente, ela abriu uma padaria saudável, que vem atraindo pessoas de vários lugares de Cuiabá e de outras cidades. O motivo é simples: a qualidade da boa comida e também o ambiente aconchegante, que remete às casas do campo, com café preparado em coador de pano e servido em xícaras de ferro esmaltado.

Além dos alimentos saudáveis, servidos no local, é possível levar alimentos congelados e orgânicos. Shots antigripal, para libido e anti-inflamatório podem ser degustados na padaria ou em embalagens de dose única para viagem.

A Doce Saúde Fit – Padaria Saudável está localizada na avenida Haiti, 614, Jardim das Américas. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Mais informações pelo (65) 98423-0278 ou pelo perfil no Instagram.(O Livre)

Saiba mais: https://www.olivre.com.br/fiz-por-amor-diz-chef-que-curou-cancer-do-marido-atraves-dos-alimentos/?utm_source=pushnews&utm_medium=pushnotification

<