Open top menu
Corte no orçamento faz fiscais do Ibama temerem “apagão” em 2020

Corte no orçamento faz fiscais do Ibama temerem “apagão” em 2020

Corte no orçamento faz fiscais do Ibama temerem “apagão” em 2020

Orçamento enviado ao Congresso na semana passada prevê corte de 31% na verba do órgão

Em documento enviado à coordenadoria geral de Fiscalização Ambiental, 22 dos 26 chefes estaduais de fiscalização do Ibama denunciam os prejuízos do corte no orçamento do órgão em 2020 e antecipam possível “apagão” nas atividades. O orçamento enviado ao Congresso na semana passada anunciou um corte de 31% na verba do Ibama.

Além de criticar a nomeação de gestores com pouca experiência na área ambiental, o documento também denuncia a queda do número de fiscais no órgão. Além disso, propõe 12 medidas para a coordenadoria geral, “sob pena de interferir de forma direta e até mesmo inviabilizar a execução das ações de fiscalização ambiental previstas no Plano Nacional Anual de Proteção Anual (Pnapa) 2020″.

O Pnapa é responsável por estabelecer o número de operações a serem feitas ao longo do ano, incluindo o período, quantidade de fiscais e custo. O combate ao desmatamento na Amazônia, por exemplo, faz parte desse planejamento.

Além do corte no orçamento, os fiscais também reclamam da falta de profissionais para as atividades de campo. O Ibama conta com cerca de 720 fiscais para todo o país, contra 1.600 em 2009, uma redução de 55% ao longo de dez anos.(Fórum)

Foto: Vinicius Mendonça/Ibama/Arquivo

<