Open top menu
Com a esperança de abrigar Bolsonaro, Patriota começa a expulsar seus críticos

Com a esperança de abrigar Bolsonaro, Patriota começa a expulsar seus críticos

Com a esperança de abrigar Bolsonaro, Patriota começa a expulsar seus críticos

O primeiro foi Fernando Holiday. Rubinho Nunes e Arthur do Val, o Mamãe Falei, estão na fila
O Patriota começou a expulsar seus filiados que são críticos ao presidente. O primeiro foi o vereador Fernando Holiday, mandado embora na segunda-feira (29) pelo diretório de São Paulo.
O partido usou como justificativa o fato de Holiday não ter declarado apoio ao deputado federal Arthur Lira (PP-AL) para presidente da Câmara.
“Eu discordo da decisão do partido porque eu estava no âmbito da minha liberdade de expressão”, afirma o vereador.
Holiday disse ao repórter Fábio Zanin, do blog Saída pela Direita, da Folha, que a decisão do partido, segundo ele, mostra que o Patriota entrou de vez no campo bolsonarista. “A possibilidade de o Bolsonaro entrar no partido fez com que nossos caminhos acabassem se distanciando”, afirma Holiday.
Holiday não deve ser o único a ser mandado embora do partido. Os próximos devem ser o vereador Rubinho Nunes, também da Câmara paulistana, e o deputado estadual Arthur do Val, o “Mamãe Falei” que também seguem bastante críticos a Bolsonaro.(Fórum)
Foto: Reprodução

<