Open top menu
Carlos Bolsonaro diz que suicídio de empresário em evento com ministro mostra “mais uma falha de segurança”

Carlos Bolsonaro diz que suicídio de empresário em evento com ministro mostra “mais uma falha de segurança”

Carlos Bolsonaro diz que suicídio de empresário em evento com ministro mostra “mais uma falha de segurança”

Suicídio de empresário com uma arma em evento com ministro foi usado pelo filho de Bolsonaro para atacar gestão do ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional. Minutos antes, o vereador chama o Brasil de “destroçada nação” e diz que “política não é nada perto do que acredito”

Carlos Bolsonaro (PSC/RJ) afirmou em seu twitter nesta quinta-feira que o suicídio do empresário Sadi Gitz com uma arma, em evento com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Costa Lima e Leite, mostra “mais uma falha de segurança”.

“Seria bom a segurança do Presidente ficar mais atenta”, tuitou o filho de Jair Bolsonaro, que vem atacando a gestão do general Augusto Heleno frente ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência.

Minutos antes, o filho de Bolsonaro disse que suas críticas querem “apenas um país melhor e um pai vivo”. Na publicação, o vereador chama o Brasil de “destroçada nação” e diz que “política não é nada perto do que acredito”.

“Quando o sistema ataca com narrativa descontextualizada, só fico mais certo que continuarei. Política não é nada perto do que acredito! Quero apenas um país melhor e um pai vivo, que se meteu nessa porcaria por acreditar que dá para mudar os rumos desta destroçada nação!”, tuitou.(Fórum)

(Reprodução/Flickr)

<