Open top menu
Calendário de universidades segue suspenso após liberação do Sisu

Calendário de universidades segue suspenso após liberação do Sisu

Calendário de universidades segue suspenso após liberação do Sisu

Ao menos 19 instituições de ensino adotaram a medida para aguardar posicionamento do Ministério da Educação, segundo a UNE

A pesar do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ter autorizado a divulgação do resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) nessa terça-feira (28/01/2020), algumas universidades federais ainda estão com o calendário suspenso para aqueles que disputam uma vaga nas instituições.

UNE

@uneoficial
Lista de universidades que já suspenderam o calendário:

UFSC
UFGD
UFRN
UFOPA
UFPA
UEPA
Unifesp
IFCE
UFPEL
UFES
UFMT
UEPB
IFPB
UNIFAP
UFR
UFRA
IFPA
UFBA
UFT

Tem mais alguma? Manda pra gente!

E o MEC, cadê?#ForaWeintraub #Assumamoserros

As instituições de ensino publicaram notas informativas nos sites. Por enquanto, não foram divulgadas datas específicas para a volta do cronograma.

“A Universidade Federal de Santa Catarina informa que está suspenso o cronograma inicialmente divulgado quanto aos prazos e procedimentos de matrícula dos candidatos a ingresso pelas notas do Enem (vagas suplementares para negros) e via Sisu”, diz a nota da UFSC.

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) informa que “assim que o Inep/MEC responder aos questionamentos que compõem a decisão liminar e a questão for resolvida, a universidade divulgará as listas dos processos seletivos afetados”.

Entenda

O impasse ocorre após candidatos apontarem erros na correção das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado. O Ministério da Educação admitiu que encontrou “inconsistências” no exame que atingiram cerca de 5 mil participantes.

A Justiça Federal de São Paulo determinou que o governo comprovasse a correção de erros no resultado das provas do Enem 2019. A decisão pediu ainda a suspensão da divulgação dos resultados do Sisu, prevista para ocorrer nessa terça-feira.

Segundo a Defensoria Pública da União, as falhas na correção podem atingir todos os candidatos e, consequentemente, prejudicar a lisura do Exame.

O MEC informou que, com a liberação do STJ, os candidatos às 237 mil vagas do Sisu poderão acessar os resultados oficiais no portal ainda na noite dessa terça-feira (28/01/2020).

Mais de 3,4 milhões de inscrições foram realizadas neste ano. Quem não for contemplado agora, poderá participar da lista de espera da segunda chamada, entre 29 de janeiro e 4 de fevereiro.(Metrópoles)

CARLOS MACEDO / AGENCIA RBS

<