Open top menu
Brasil está fora do ranking dos países mais generosos do mundo

Brasil está fora do ranking dos países mais generosos do mundo

Brasil está fora do ranking dos países mais generosos do mundo

No topo da lista aparecem também Mianmar e Nova Zelândia.

Veja o Top 10 abaixo.

Os pesquisadores perguntaram aos entrevistados entre 2008 e 2018 o que eles haviam feito no mês passado: ajudaram um estranho? Alguém que eles não sabiam quem precisava de ajuda? Doaram dinheiro para caridade? Ou ofereceram seu tempo para uma organização?

A pontuação é a média das respostas “sim” às três perguntas principais feitas em cada país.

Os EUA obtiveram 64% em 2014 e 58% em 2018. O número diminuiu, mas o país continua no topo do ranking.

Embora as instituições de caridade nos EUA tenham recebido US $ 427,71 bilhões em 2018 – um aumento no total de dólares em relação a 2017 – as doações de americanos individuais caíram 1,1%, segundo um relatório de junho de 2019 da Giving USA.

O valor total concedido à caridade aumentou porque as doações de corporações e fundações – as entidades de caridade geralmente estabelecidas por famílias ricas – aumentaram 5,4% e 7,3%, respectivamente, em 2018.

Os autores do relatório dizem que essa “tendência preocupante” também está acontecendo em outros países desenvolvidos.

Os autores do relatório do World Giving Index disseram disseram que a reforma tributária dos EUA em 2017 afetou as doações dos americanos para instituições de caridade, porque muitos pararam de reivindicar deduções fiscais por suas doações de caridade.

Top 10 dos mais generosos do mundo

EUA
Myanmar
Nova Zelândia
Austrália
Irlanda
Canadá
Reino Unido
Holanda
Sri Lanka
Indonésia

O Brasil não aparece nem entre os 10 mais nem entre os 10 menos.

O países que pontuaram mais baixo, ou seja, menos generosos do mundo no novo levantamento, foram Iêmen, Grécia e China.

Top 10 dos menos generosos

China
Grécia
Yemen
Sérvia
Estado da Palestina
Lituânia
Bulgária
Montenegro
Croácia
Rússia

Com informações do MSN

Foto: Pixabay

<