Open top menu
Bolsonaro usou codinomes Rafael e Airton para exames, que deram negativo

Bolsonaro usou codinomes Rafael e Airton para exames, que deram negativo

Bolsonaro usou codinomes Rafael e Airton para exames, que deram negativo

Os documentos foram divulgados após decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF)

Após a determinação do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), os resultados dos exames que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez para saber se foi contaminado ou não pelo coronavírus, foram divulgados. Segundo o documento, os três testes deram negativo para a doença. O presidente usou codinomes: Rafael e Airton.

O chefe do Executivo travou uma batalha judicial com o jornal O Estado de S.Paulo. O veículo pediu acesso aos exames, mas Bolsonaro se negava a entregá-los.

Na noite dessa terça-feira (12/05), a Advocacia-Geral da União (AGU) entregou os laudos dos exames ao ministro, mas ainda restava a Lewandowski determinar se o jornal teria ou não acesso aos exames. Ele, então, deu aval para a medida.

O veículo moveu a ação após o presidente informar pelas redes sociais que havia testado negativo para a doença, mas se recusou a apresentar os laudos dos exames. Ele alegou que se sentia desconfortável em entregar os testes.(Metrópoles)

<