Open top menu
Bolsonaro pediu informações à Abin para mudar os rumos da CPI do Genocídio, diz revista

Bolsonaro pediu informações à Abin para mudar os rumos da CPI do Genocídio, diz revista

Bolsonaro pediu informações à Abin para mudar os rumos da CPI do Genocídio, diz revista

Centro de Monitoramento de Crise da agência teria pedido a agentes um levantamento de denúncias contra prefeituras e governos estaduais
O presidente Jair Bolsonaro teria acionado a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), na manhã de quinta-feira (6), para municiá-lo com informações de forma a mudar os rumos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, que investiga o seu governo por suas ações e omissões na pandemia. A informação é da revista Crusoé.
O Centro de Monitoramento de Crise da Abin teria enviado uma mensagem pelo aplicativo de mensagens WhatsApp a 26 superintendências estaduais pedindo que os agentes procurassem por “desvios de verbas” e “compras irregulares” em prefeituras e governos na gestão da pandemia.
A mensagem orienta os agentes a pesquisarem “exclusivamente em fontes abertas das SEs”, superintendências estaduais da agência. Assim, os agentes não precisariam acessar os bancos de dados sigilosos. O prazo para a entrega do levantamento ficou marcado para às 18h do mesmo dia.
Segundo a revista, o setor que enviou a solicitação é conhecido como “central bolsonarista”, com envolvimento no caso de envio de documentos ao senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) que anulassem as provas das rachadinhas em seu antigo gabinete.(Fórum)
Foto/Reprodução

<