Open top menu
Bolsolão: Fernando Bezerra, da tropa bolsonarista na CPI, recebeu R$ 125 milhões

Bolsolão: Fernando Bezerra, da tropa bolsonarista na CPI, recebeu R$ 125 milhões

Bolsolão: Fernando Bezerra, da tropa bolsonarista na CPI, recebeu R$ 125 milhões

A notícia gerou bate-boca na abertura da CPI do Genocídio, quando Renan Calheiros cutucou o colega de partido citando o “orçamento secreto” de Bolsonaro. Bezerra rebateu acusando o relator da CPI de agir como Sergio Moro
Líder do governo no Senado e um dos comandantes da tropa de choque bolsonarista na CPI do Genocídio, Fernando Bezerra (MDB-PE) recebeu R$ 125 milhões do “bolsolão”, o orçamento secreto montado por Jair Bolsonaro para comprar deputados no Congresso Nacional.
Segundo reportagem de Breno Pires, no jornal O Estado de S.Paulo nesta quarta-feira (12) Bezerra, que tentou esconder os ofícios com pedidos de recursos, foi contemplado com a terceira maior cota do orçamento secreto.
A divulgação do fato gerou bate-boca na CPI do Genocídio na manhã desta quarta, quando o relator Renan Calheiros (MDB-AL) falou que “há três dias o Estadão está dando manchete sobre o orçamento secreto” de Bolsonaro.
“O senhor sabe que não tem nada de secreto”, rebateu Bezerra, iniciando um bate-boca e acusando o relator de agir como Sergio Moro, condenando sem provas.(Fórum)
Bolsonaro e Fernando Bezerra (Reprodução)

<