Open top menu
Blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio é preso pela PF em Campo Grande

Blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio é preso pela PF em Campo Grande

Blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio é preso pela PF em Campo Grande

Eustáquio foi detido no mesmo inquérito que levou à prisão a extremista Sara “Winter” Giromini

O blogueiro bolsonarista e ex-assessor do ministério dos Direitos Humanos, Oswaldo Eustáquio, foi preso pela Polícia Federal (PF), em Campo Grande (MS), na manhã de sexta-feira (26).

Eustáquio foi detido no mesmo inquérito que levou à prisão a extremista Sara “Winter” Giromini, solta nesta semana após dez dias de prisão provisória. Ambos são investigados por integrar núcleo de suposta organização criminosa que visa obter ganhos econômicos e políticos com a divulgação e coordenação de atos antidemocráticos no País. O inquérito sigiloso está nas mãos do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

O blogueiro bolsonarista vinha sendo monitorado, pois haveria perigo de ele deixar o país. Ele foi localizado inicialmente em Ponta Porã (MS), na divisa com o Paraguai.

Oswaldo mantém um blog em que defende medidas e propostas do Planalto. Suas publicações são replicadas pelos filhos do presidente nas redes sociais.

Eustáquio apareceu em uma live com o ex-deputado condenado no mensalão Roberto Jefferson, quando o político defendeu que haveria uma tentativa de golpe contra o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ). A conversa ao vivo foi retransmitida pelas redes sociais do presidente.

A esposa de Eustáquio trabalha no governo Bolsonaro.

Em fevereiro desta ano, Eustáquio foi condenado a pagar R$ 15 mil por danos morais a Glenn Greenwald por ter ofendido a mãe dele, Arlene Greenwald, que morreu em dezembro vítima de um câncer no cérebro. A informação é da coluna da Monica Bergamo.

Em agosto de 2019, Eustáquio afirmou que Glenn mentiu sobre o estado de sua mãe para acelerar os vistos americanos para os filhos menores e viajar com eles para os EUA.(Fórum)

Com informações do Estadão e do UOL

Reprodução/Twitter

<