Open top menu
Ator de Hulk sai em defesa de DiCaprio e diz que Bolsonaro ataca pessoas que protegem a Amazônia

Ator de Hulk sai em defesa de DiCaprio e diz que Bolsonaro ataca pessoas que protegem a Amazônia

Ator de Hulk sai em defesa de DiCaprio e diz que Bolsonaro ataca pessoas que protegem a Amazônia

Ator diz ainda que Bolsonaro está criando um bode expiatório para acobertar os incêndios “que ele próprio permitiu que acontecesse”

O ator Mark Ruffalo, que interpretou Hulk nos cinemas, foi às redes sociais neste domingo (1) para defender Leonardo DiCaprio das acusações de Jair Bolsonaro. Tanto o presidente brasileiro quanto seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), acusam DiCaprio de financiar Organizações Não Governamentais (ONGs) para “tacar fogo” na Amazônia.

“Bolsonaro e sua galera criam bode expiatório contra as pessoas que protegem a Amazônia dos incêndios que ele próprio permitiu que acontecesse. Pergunte a si mesmo: o que mudou recentemente no Brasil para que isso aconteça agora? Mudou com Bolsonaro e suas políticas (não) ambientais”, escreveu Ruffalo.

As acusações começaram quando Eduardo publicou em suas redes sociais, na quinta-feira (28), que o ator teria doado “USD 300.000 para a ONG que tocou fogo na Amazônia”. O filho do presidente diz ainda que “a ONG WWF pagou R$ 70.000 pelas fotos da floresta em chamas”.

Durante live semanal, também na quinta (28), Bolsonaro reforçou a tese levantada por Eduardo. “Uma ONG ali pagou R$ 70 mil por uma foto fabricada de queimada. O que é mais fácil? ‘Toca’ fogo no mato. Tira foto, filma, manda para a ONG, a ONG divulga, entra em contato com o Leonardo DiCaprio e o Leonardo DiCaprio doa US$ 500 mil para essa ONG. Leonardo DiCaprio, você está colaborando com as queimadas na Amazônia”, declarou o presidente.

A participação de ONGs nas queimadas da Amazônia foi contestada pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal. O MPF, inclusive, questionou a competência da Polícia Civil para a comandar a investigação.(Revista Fórum)

Reprodução/Twitter

<