Open top menu
Adverso a decreto, Bolsonaro manda imprensa ficar em quarentena

Adverso a decreto, Bolsonaro manda imprensa ficar em quarentena

Adverso a decreto, Bolsonaro manda imprensa ficar em quarentena

No domingo (22/03), presidente editou decreto que classifica trabalho dos jornalistas como serviço essencial durante crise do coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quinta-feira (26/03) que a imprensa deve ficar em quarentena e não nas ruas. A declaração foi feita na saída do Palácio da Alvorada, onde Bolsonaro cumprimentou apoiadores.

“Olha a imprensa, lá, ó. Eles dizem que o povo tem que ficar em casa, mas tão na rua. Ô, imprensa, pô, vocês estão aqui trabalhando. Tem que ficar em casa, pô, quarentena. Fica em quarentena em casa”, disse o presidente.

A presença da imprensa nas ruas é explicada pelo decreto editado no último domingo (22/03), pelo governo federal, que define como essenciais as atividades e serviços relacionados à imprensa durante a crise provocada pela pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Pelo decreto, são considerados essenciais os serviços de imprensa “por todos os meios de comunicação e divulgação disponíveis, incluídos a radiodifusão de sons e de imagens, a internet, os jornais e as revistas, dentre outros”.

Nesta manhã, Bolsonaro ainda indagou a imprensa ao questionar se os profissionais não têm medo do novo coronavírus e deu uma “bronca” por todos estarem “sem máscara”.

O uso de máscaras, no entanto, apenas é necessário se um indivíduo estiver sintomático, segundo recomenda a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde. Além disso, caso apresente sintomas, o cidadão deve ficar em casa por 14 dias, em isolamento.

Nesta manhã, Bolsonaro ainda indagou a imprensa ao questionar se os profissionais não têm medo do novo coronavírus e deu uma “bronca” por todos estarem “sem máscara”.

O uso de máscaras, no entanto, apenas é necessário se um indivíduo estiver sintomático, segundo recomenda a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde. Além disso, caso apresente sintomas, o cidadão deve ficar em casa por 14 dias, em isolamento.

“Atenção, povo do Brasil, esse pessoal aqui diz que eu to errado porque tenho que ficar em casa, agora eu pergunto, o que vocês tão fazendo aqui? Imprensa brasileira, o que vocês estão fazendo aqui? Não tão com medo do coronavírus, não? Vão pra casa. Todo mundo sem máscara!”, concluiu o presidente.(Metrópoles)

Foto: RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

<