Open top menu
PAM: EU ESTIVE LÁ!

Avaliação da notícia

(6 Votos)

PAM: EU ESTIVE LÁ!

Há muito tempo a população brasileira vem sofrendo com a falta de políticas públicas eficazes, principalmente no que se refere aos serviços oferecidos pelas redes públicas de saúde. O descaso é geral e o resultado chega a ser assustador, pacientes morrendo nas portas dos hospitais, filas e filas e gente que espera meses por uma consulta, ou para conseguir um exame e até mesmo uma cirurgia que já deveria ter sido realizada há muito tempo. A demora é tamanha e absurda que muitos não resistem e morrem.
Em Araxá, durante anos e anos, a saúde pública sempre foi motivo de críticas, no entanto e felizmente na última quarta feira precisei de atendimento médico, nada que não pudesse esperar, mas mesmo assim, recorri ao PAM – Pronto Atendimento Municipal, onde me surpreendi com a qualidade e a rapidez com que eu e cerca de 30 pessoas que lá estavam fomos atendidos.
Após preencher a ficha na recepção, fui encaminhado ao setor de triagem, onde depois de explicar meu caso para o atendente, recebi uma pulseira verde e voltei para a sala de espera imaginando que ficaria ali horas e horas. Enquanto isto, observava e conversava com as outras pessoas que também aguardavam a sua hora, cada uma com a sua história. Trinta minutos se passaram e fui chamado para minha consulta com uma das duas médicas que lá estavam.
No consultório, com a minha ficha em mãos e em poucos minutos, meu problema foi diagnosticado.
Mas o que realmente me chamou atenção é que durante as conversas que tive com as demais pessoas, todas foram unânimes em afirmar, que pelo menos no PAM, a qualidade dos serviços melhorou significativamente, e olha, como o próprio nome diz, o local é um pronto socorro e não um consultório.
Portanto, tenho que admitir que no meu caso e de tantos outros que ali se encontravam, felizmente não era para ser tratado ali e sim em outras unidades de saúde ou consultórios.

NOVAS MUDANÇAS

Segundo a chefe de gabinete do prefeito Jeová Moreira da Costa, Lúcia Helena, toda rede municipal de saúde está sendo reestruturada para melhor atender a população.

PELA HORA DA MORTE

Estão os preços cobrados por uma consulta particular em Araxá. Alguns médicos chegam a cobrar até mais de 200 reais por uma consulta. Isto sem falar o preço dos exames. Além disto, você tem que marcar com antecedência e mesmo com hora marcada você tem que esperar.
Sabe qual a diferença entre o atendimento oferecido pelo PAM e as clinicas particulares, apena uma: no PAM tudo é de graça.
Quero destacar aqui que o que acabo de relatar foi comprovado por mim na última quarta feira, dia 14 de janeiro, pela manhã. Portanto, está feito o meu registro, só espero que continue assim e que melhore ainda mais os serviços.

3 comentários

  1. Avatar
    16 janeiro, 2014

    CARO AMIGO,BONITAS PALAVRAS AS SUAS SOBRE O “PAM”.NA VERDADE NAO ENTENDI PQ JOGAR FLORES ASSIM.ATENDIMENTO PUBLICO DE BOA QUALIDADE E OBRIGAÇAO E NAO FAVOR.PAGAMOS MUITOS E MUITOS IMPOSTOS NAO ACHA?O POVO MERECE SER TRATADO COMO SERES HUMANOS.NAO TIVE BOAS EXPERIENCIAS LA.TIVE UM ABORTO,ONDE O MEDICO SE RECUSOU A FAZER UM EXAME TRANSVAGINAL .SABE PQ?FALTA DE PAGAMENTO,ALEGOU ELE EM ABRIL DO ANO PASSADO.MEU FILHO COM UMA PNEUMONIA QUE VIROU AGUA NO PULMAO,DIAGNOSTICADO LA DURANTE UMA SEMANA COMO VIROSE.NEM PEDIRAM UM RAIO X, NADA.SINCERAMENTE,VC DEU SORTE RS,UM DIA BOM FOI O SEU QUANDO ESTEVE LA.MAIS PRECISA MUITO AINDA MELHORAR A SAUDE EM ARAXA.

    Responder

  2. Avatar
    16 janeiro, 2014

    e fez um mes que perdi ninha mae la no pam ela passou mal e levarao ela pra la me falaram q era derrame ficou esperando por 3 horas pra ser atendida nao tinha medico ela deu 3 paradas cardiacas na minha frente e eu pedindo pelo amor de deus pra alguem ajudar e nada ate que eu chamei o pessoal da radio e a policia ai sim atenderao ela ai nao era mais derrame era enfarto levarao ela para a uti e ela veio a falecer e vcs vem me falar q o atendimento ta bom pena que nao funcione a lei no brasil mas isso e descaso tinha que dar cadeia pros responsaveis estao mexendo com ser humano vida nem animal quando vai ao veterinario nao demora tanto e um total descaso e outra pq os governantes nao sao atendidos na rede publica isso ja passou da hora de ser lei pq quando eles precisao vao em hospitais renomados e o pior o povo quem paga

    Responder

  3. Avatar
    18 janeiro, 2014

    Lendo essa matéria confesso que fiquei com mais raiva ainda. Perdi minha mãe no mês de dezembro por negligência no atendimento no PAM, ela chegou la desacordada tendo paradas cardíacas em intervalos muito curtos, foi medicada para AVC pelos médicos do PAM, quando na verdade ela estava infartando. Uma tia minha acompanhou todo atendimento e por durante três horas na sala de urgência minha mãe continuou tendo essas paradas cardíacas e minha tia pedindo ajuda aos médicos e eles diziam que isso era normal, nem a mão nela eles colocavam. Essa angustia sem atendimento demorou cerca de 3 horas, com crises mais fortes a cada minuto ela só piorava, por ela já estar la dentro achávamos que ela estava sendo atendida, mas na verdade eles estavam esperando ela morrer. Quando meu irmão tomou conhecimento da situação ligou para um amigo dele que faz parte da imprensa informando o ocorrido e pedindo ajuda. Ligaram imediatamente no PAM, com medo de uma publicidade negativa foram fazer alguma coisa, em questão de minutos havia um médicos no quarto com uma enfermeira cuidando dela. Mas já era tarde, minha mãe já estava bem debilitada, logo arrumaram leito na UTI e médicos apareceram do nada. A informação segundos antes da denuncia a rádio era de que não avia médicos no PAM e nem leito na UTI. Os médicos que assumiram o plantão na UTI na Santa Casa e não sabiam do acorrido, quando vieram nos dar notícia não foram esperançosos, disseram que houve demora no atendimento. E isso ocorreu recentemente com um senhor no PAM, negligencia no atendimento. Várias pessoas tentam maquiar a real situação do PAM de Araxá. É lamentável que casos como esse ainda acontecem dentro de um hospital.

    Responder

Deixe seu comentário