Open top menu
GRITO!

Avaliação da notícia

(7 Votos)

GRITO!

A gente humilde quase até que acreditava:
– Nosso país seria agora independente!
Talvez achando que com o povo se importava
– Oh, ledo engano! – o tal do príncipe regente.
 
Mas, à política, só o poder é que importava!
Malandramente, ludibriando o povo aflito,
A então nobreza “astuto ardil” já preparava
E a independência não passou jamais do grito!
 
A dor do povo? A fome infame? A igualdade?
E pra que povo com ideal, com liberdade?
Gerar mixórdia, bate-boca, altercação…?
 
Pensando bem, pra que essa tal independência?
Qualquer governo que se preze tem ciência
A gente livre o mal que traz a uma nação!
 

Lucas Carneiro

2/setembro/2011

Facebook: Lucas Carneiro Poemas Velhos e Novos – Poesia e Prosa

www.lucascarneiropoesia.xpg.com.br

* Lucas Carneiro, Poetinha, é escritor, poeta e cordelista. Pós-graduando em Linguística, é professor de Língua Portuguesa e de Língua Espanhola. Nascido em 1964, 15 dias após o golpe atribuído aos militares contra o povo brasileiro, viveu todo o período da ditadura. Inconformado com a situação atual do país, registra seu descontentamento em seus artigos, crônicas, cordéis e poemas, como o ora publicado aqui.

1 comentário

  1. Avatar
    24 Janeiro, 2014

    Parabéns, pela iniciativa… que esse grito ecoe em todo os nossos corações…

    Responder

Deixe seu comentário