Open top menu
‘ESTE TROÇO JÁ DEU O QUE TINHA QUE DAR’, DIZ MOURÃO SOBRE USO POLÍTICO DE AGRESSÃO A BOLSONARO

‘ESTE TROÇO JÁ DEU O QUE TINHA QUE DAR’, DIZ MOURÃO SOBRE USO POLÍTICO DE AGRESSÃO A BOLSONARO

Para o general Hamilton Mourão, candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), a exploração política da agressão a faca sofrida pelo presidenciável durante um ato de campanha em Minas Gerais na semana passada é um “troço que já deu o que tinha que dar”. “Esse troço já deu o que tinha que dar. É uma exposição que eu julgo que já cumpriu sua tarefa. Ele [Bolsonaro] vai gravar vídeo do hospital, mas não naquela situação, não propaganda. Vamos acabar com a vitimização, chega”, afirmou.

Mourão, também disse que o PRTB, partido ao qual é filiado, irá consultar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se ele poderá substituir Bolsonaro nos debates, uma vez que o ex-capitão segue internado em um hospital de São Paulo. “Vamos fazer uma consulta ao TSE porque o ‘não’ nós já temos garantido. […] A consulta será feita pelo PRTB. Eu acho que será protocolado no mais tardar amanhã [quarta, 12]. A gente não pode ficar perdendo tempo”, disse Mourão. Ele já havia informado anteriormente que Bolsonaro gravará vídeos no hospital que serão utilizados durante a campanha.

O presidente do PRTB, Levy Fidelix, confirmou que irá consultar o TSE sobre a possibilidade de Mourão substituir Bolsonaro nos debates. “É uma consulta. Vamos querer ouvir a própria mídia para ver se ela deseja. Vou falar com as emissoras. Vou fazer pelo PRTB. Será feita hoje a consulta”, ressaltou.(247)