Open top menu
Após 18 laudos periciais PF descarta sabotagem em acidente que matou Teori Zavascki

Após 18 laudos periciais PF descarta sabotagem em acidente que matou Teori Zavascki

Polícia Federal espera concluir ainda este semestre o laudo final da investigação sobre o acidente aéreo que matou o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki e outras quatro pessoas e já descartou a hipótese de sabotagem, segundo fontes com conhecimento do assunto.

Até o momento já foram feitos 18 laudos periciais e não foram encontrados sinais que indiquem uma ação que possa ter levado à queda do avião, como uma explosão interna. Também não há sinais de explosivos ou produtos químicos.

A investigação da PF está sendo feita em conjunto com outros órgãos, como o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes da Aeronáutica (Cenipa) e o Ministério Público Federal, e não tem um prazo para ser encerrada,

O avião que levava Teori, o empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras e outras duas pessoas, além do piloto, caiu no mar em 19 de janeiro de 2017 no trajeto entre São Paulo e Angra dos Reis.

À época, a morte do ministro que concentrava os inquéritos da operação Lava Jato no STF suscitou teorias sobre se teria sido mesmo um acidente.

Fonte: Exame

Deixe seu comentário